Desemprego no Reino Unido sobe em 46.000 pessoas entre outubro e dezembro de 2017

21 Fev 2018 / 14:55 H.

O desemprego no Reino Unido aumentou, pela primeira vez em dois anos, em 46.000 pessoas entre outubro e dezembro de 2017, situando-se a taxa de desemprego em 4,4%, informou hoje o Gabinete Nacional de Estatísticas (ONS).

Este indicador, que contabiliza tanto os que beneficiam do subsídio de desemprego como os que não beneficiam deste subsídio, atingiu 1,47 milhões de pessoas no trimestre em análise.

A taxa de desemprego no Reino Unido subiu de 4,3% entre setembro e novembro para 4,4% entre outubro e dezembro do ano passado.

Apesar do ligeiro aumento, o primeiro que se regista desde o verão de 2016, o número de pessoas que têm trabalho no Reino Unido aumentou em 88.000, para 32,1 milhões de pessoas.

Em comunicado hoje divulgado na Internet, a ONS informou que o número de pedidos de subsídio de desemprego diminuiu em janeiro em 7.200 pessoas para as 823.000.

O Departamento de Estatísticas referiu ainda que o número de pessoas inactivas entre os 16 e os 64 anos, que não trabalham nem procuram emprego, atingiu 8,7 milhões, menos 109.000 que no trimestre anterior.

A taxa de inactividade laboral no Reino Unido situou-se nos 21% nesse período.

Já o número de cidadãos britânicos provenientes dos países de fora da União Europeia que trabalham no Reino Unido caiu em 68.000, para 1,17 milhões durante esse trimestre, em relação a igual período do ano passado.

Tópicos