Chuvas e ventos intensos fustigam costa mediterrânica de Espanha

19 Out 2018 / 12:43 H.

O sul e o leste de Espanha continuam hoje com chuvas e ventos muito intensos, principalmente na Comunidade Valenciana, onde em várias localidades caíram até quase 250 litros de água por metro quadrado nas últimas 24 horas.

Segundo dados da Confederação Hidrográfica do Júcar, em Espanha, a intempérie concentrou-se, durante a madrugada, nas províncias de Valência e de Castelló, que fica junto ao Mar Mediterrâneo.

Há registos de que nas últimas 24 horas tenha chovido 246 litros por metro quadrado em Benicarló, 182 litros em Alcalá de Xivert e 171 litros em Torreblanca, referindo o nome de algumas localidades dessas províncias da Comunidade de Valência.

Nessa comunidade espanhola há cerca de meio milhão de alunos do ensino primário, secundário e superior que hoje não foram às aulas, porque os estabelecimentos de ensino estão fechados, segundo fontes da secretaria regional da Educação citadas pela agência EFE.

A Guardia Civil (GNR espanhola) de Castellón participou nas últimas 24 horas no resgate de cerca de 100 pessoas afectadas pelas fortes chuvas na província, e também prestou assistência aos condutores de nove veículos retidos pela água.

A Agência Meteorológica do Estado espanhola (AEMET) prevê para sábado que na costa mediterrânea das comunidades de Andaluzia e Múrcia continuará a chover, podendo haver tempestades, que serão localmente fortes ou muito fortes e persistentes, sem descartar problemas com a acumulação de água.

Na Comunidade Valenciana, as precipitações podem ser localmente fortes e o mesmo poderá acontecer na Extremadura.

No resto do país, principalmente nas zonas de montanha e nas Ilhas Baleares, pode haver chuvas de forma ocasional e dispersa.

Tópicos