Argentina investiga acção de organizações criminosas brasileiras no país

03 Ago 2018 / 01:12 H.

A polícia argentina desmantelou um grupo de criminosos que tentou invadir a Unidade Penal 2 de Oberá, na província de Misiones, próxima da fronteira da Argentina com o Brasil e Paraguai.

Paralelamente, o serviço de segurança da Argentina está a investigar as organizações criminosas brasileiras Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho e a sua possível infiltração em várias regiões do país. Os gangues estariam a tentar resgatar presos dos respetivos estabelecimentos prisionais argentinos.

Em conversa, na quarta-feira, a ministra da Segurança da Argentina, Patricia Bullrich, agradeceu ao ministro da Defesa brasileiro, Raul Jungmann, a agilidade no envio de informações da Polícia Federal sobre os criminosos brasileiros.

Para Jungmann, essa foi a demonstração de que o acordo para troca de informações e ações com a Argentina, assinado esta semana, está a gerar resultados.