Trabalhadores da construção civil à sua sorte

26 Mar 2020 / 07:00 H.

A edição desta quinta-feira do DIÁRIO dá destaque a diversos assuntos relacionados com a pandemia que aflige o Mundo.

Na manchete relatámos a situação dos trabalhadores da construção civil, que se mantêm no activo em tempo de confinamento. Diariamente perto de 100 operários concentram-se na berma da estrada, em São Martinho, para seguirem depois, em carrinhas, para o local de trabalho, sem que seja cumprida nenhuma regra básica de prevenção face à Covid-19. A empresa Tecnovia assegura, em resposta às nossas questões, que tem um plano de contingência. Uma reportagem para ler na página 8.

No DIÁRIO de hoje damos naturalmente atenção aos casos de covid-19 existentes na Região. São 20 e com uma particularidade: o doente que esteve em Espanha contagiou quatro familiares. Relativamente à idosa que reincidiu em ‘furar’ a quarentena arrisca-se a apanhar até dois anos de prisão.

Renato Pedro é camionista de longo curso e está habituado a percorrer as estradas europeias. Em entrevista revela-nos que “toda a Europa parece o Paul da Serra. Deserta”. Leia o seu testemunho na página 10 e fique a saber, também, que por cá o tráfego automóvel diminuiu 70% na última semana.

Nota que também merece destaque prende-se com a iniciativa levada a cabo pela Câmara do Funchal, que decidiu transportar o mercado até à casa dos munícipes idosos. É simples: as encomendas de frutas e legumes são feitas por telefone ou e-mail e são recebidas no próprio dia na residência.

Por fim, detalhamos, da página 4 à 6, os apoios concedidos pelo Governo Regional às empresas, ontem apresentados pelo vice-presidente Pedro Calado.

Mantenha-se ligado à actualidade, mantenha-se ligado ao DIÁRIO, nas diversos meios ao seu dispor. Depois das 19h há o DIÁRIO do Coronavírus.