Susana Prada reafirma aposta social do Governo Regional

08 Nov 2018 / 18:03 H.

A Secretária Regional do Ambiente e Recursos Naturais, Susana Prada, reafirmou hoje o empenho do Governo Regional em dirigir as suas políticas na base dos direitos e da liberdade, “sem distinção”.

No colóquio ‘Declaração Universal dos Direitos Humanos - Um Olhar Atlântico’, a governante falou ainda da forte componente do Orçamento da Região para 2019 atribuída às diversas políticas na área social.

“O Governo Regional sempre se empenhou e dirigiu as suas políticas, na base dos direitos, e da liberdade, sem distinção. Educação, cuidados de saúde, protecção das crianças e dos idosos, apoio social e habitação. A dignidade inerente, a direitos iguais e inalienáveis”, disse a governante, explicando que “a concretização de diversas políticas na área social, representa uma forte componente do orçamento da Região para 2019, prova da importância que o executivo dirige, aos direitos fundamentais dos cidadãos”.

Susana Prada aproveitou ainda a oportunidade para recordar que “a Região, pela sua condição insular, confronta-se com outras questões de igualdade de direitos. A necessidade de corrigir as desigualdades estruturais, originadas pelo afastamento e pela insularidade, e a plena consagração dos direitos de cidadania da população madeirense, que definem o princípio da continuidade territorial”.

A Provedoria de Justiça promoveu, esta quinta-feira, no Funchal, o colóquio ‘Declaração Universal dos Direitos Humanos – Um Olhar Atlântico’. Uma iniciativa que decorre no âmbito das comemorações dos 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que conta com o patrocínio do programa DEMOS da União Europeia, orientado para a formação de funcionários da Administração Pública nos domínios da educação para a cidadania e da transparência procedimental.

O evento, que decorreu no Auditório do Instituto de Segurança Social da Madeira, contou ainda com a presença de outras entidades regionais, como sejam Teresa Anjinho, Provedora-adjunta de Justiça, Rafael Yanes Mesa, Deputado do Parlamento de Canárias, Vânia de Jesus, Presidente do Instituto da Habitação da Madeira e Rubina Leal, deputada na Assembleia Regional.

Outras Notícias