Série de iniciativas assinala armistício da I Guerra Mundial

Várias entidades unem-se para celebrar 100.º aniversário

08 Nov 2018 / 13:23 H.

O centenário do armistício que assinalou o fim da 1ª Guerra Mundial será assinalado na Região com algumas iniciativas organizadas por várias entidades entre amanhã e domingo. Destaque para o Concerto da Orquestra Clássica da Madeira na Assembleia Legislativa da Madeira, para a cerimónia comemorativa na Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses e para duas conferências promovidas no Palácio de São Lourenço.

Amanhã pelas 20 horas realiza-se a celebração ecuménica Juntos pela Paz, promovida pelas diversas confissões religiosas presentes na Região, no Convento de Santa Clara.

No sábado às 18 horas pode acompanhar o concerto da Orquestra Clássica da Madeira integrado nas comemorações dos 100 anos do Armistício de Compiègne, com o maestro e solista convidado Martin Panteleev.

A maior parte das actividades decorrem no domingo. Às 10h30 decorre na Avenida do Mar e das Comunidades Madeirenses a Cerimónia Comemorativa do 100º Aniversário do Armistício da Grande Guerra, dinamizado pela Zona Militar da Madeira e pelo Núcleo do Funchal da Liga dos Combatentes, será junto ao Monumento aos Combatentes.

Uma hora depois, no Salão Nobre do Palácio de São Lourenço o Representante da República promove uma sessão em que serão proferidas duas conferências: ‘Padres Capelães Madeirenses durante a I Guerra Mundial’ é o tema trazido pelo coronel capelão António Gonçalves Simões; ‘Dois madeirenses na I Guerra: as memórias dos irmãos Olavo’ é um trabalho da investigadora Cristina Trindade. Esta sessão é aberta ao público em geral.

Pelas 12h30, no Museu Militar, também no Palácio, será inaugurada a Exposição Comemorativa do 100º Aniversário do Armistício da Grande Guerra, promovida pela Zona Militar da Madeira.

Outras Notícias