Secretário da Saúde admite que a gripe está a aumentar na Madeira

18 Jan 2019 / 18:10 H.

Pedro Ramos diz que já foram atendidos 183 doentes nos 3 centros de saúde (Bom Jesus, Santo António e Nazaré) que disponibilizam a consulta aberta em resposta ao plano de contingência no período do Inverno.

O secretário regional da Saúde faz, por isso, um balanço “positivo” à medida e elogia o comportamento da população que “tem utilizado de forma criteriosa as unidades de saúde da RAM”.

Durante uma visita às consultas abertas, no Centro de Saúde do Bom Jesus, Pedro Ramos referiu-se ainda ao dia de maior afluência no serviço de urgências do Hospital Dr. Nélio Mendonça, 14 de Janeiro, em que foram atendidos 401 pacientes. Nesse mesmo dia, os centros de saúde com urgência tiveram 477 doentes.

Com base no boletim epidemiológico, Pedro Ramos disse que o pico da gripe ainda não foi alcançado porque os indicadores apontam para uma “tendência crescente, ou seja, a gripe está a aumentar”.

Com o pico da gripe a aproximar-se, o governante garante que os serviços de saúde estão preparados para responder “com soluções internas e com reorganização dos serviços”.

Adiantou que, no que se refere ao Plano de Contingência da Gripe, haverá “um centro de saúde adicional”, que alem dos centros de saúde da Nazaré e de Santo António, no Funchal, inclui os centros de saúde de Machico é do de Câmara de Lobos “servindo de tampão” para a zona Leste e Oeste, respectivamente.

Em relação à campanha de vacinação contra a gripe, revelou “dados muito positivos de evolução em relação aos anos anteriores” com 40% de vacinação entre os profissionais de saúde e mais de 53% entre os cidadãos mais vulneráveis, ou seja, com mais de 65 anos (cerca de 40 mil pessoas).

Tópicos

Outras Notícias