“São Vicente será determinante para pôr o PS no poder na Região Autónoma da Madeira”

10 Nov 2018 / 15:18 H.

O presidente do Partido Socialista-Madeira afirmou, hoje, que São Vicente será determinante para a vitória do partido nas eleições do próximo ano.

Num encontro com militantes em São Vicente, Emanuel Câmara lembrou que em 2019 haverá três actos eleitorais, sendo que há um que vai determinar a história da Região Autónoma da Madeira (as eleições regionais), com “a mudança daquilo que temos tido de um poder de mais de 42 anos sempre do mesmo partido, sempre com as mesmas políticas, só a pensar em números e esquecendo-se das pessoas”.

«Tenho a certeza que São Vicente vai ser determinante para pôr o Partido Socialista finalmente no poder na Região Autónoma da Madeira e Paulo Cafôfo como presidente do Governo Regional», salientou o dirigente, recebendo fortes aplausos.

Por outro lado, o líder socialista apontou também o facto de Santana, Porto Moniz e São Vicente terem problemas comuns, concretamente a desertificação e a saída dos jovens à procura de melhores condições de vida. “Esse é um grande desafio que, com certeza, Paulo Cafôfo e a sua equipa no Governo Regional vão saber resolver, que é inverter este tipo de situações que nos afligem a todos”, sustentou, mostrando confiança na vitória do PS nas eleições regionais.

Emanuel Câmara exortou, por isso, todos a votarem no PS, dando já «um cheirinho nas eleições Europeias» e, depois, nas Regionais, mostrando claramente que “o PS está vivo e quer a mudança na RAM”. «Por isso, vamos votar em maioria no Paulo Cafôfo e no PS», vincou.

Por seu turno, o candidato do PS à presidência do Governo Regional destacou que os socialistas querem fazer a diferença. “A vitória só se consegue se estivermos todos juntos. Cada um é importante. Cada um vai ser fundamental e vai ficar na história da mudança de poder aqui na nossa Região”, adiantou Paulo Cafôfo.

O candidato socialista referiu-se também aos problemas que afligem a costa norte, salientando que isso também “nos motiva” e “é o desafio que nós temos de poder resolver o que os outros durante 40 anos não resolveram”.

“Aquilo que se passa é uma desertificação do norte. A Região precisa de ter o rumo. E, para ter o rumo, não pode perder o norte. E como não pode perder o norte, não pode perder São Vicente, não pode perder Santana e não pode perder o Porto Moniz. É uma Região que tem de avançar a uma única velocidade”, salientou.

Paulo Cafôfo deu conta do objectivo de “levar para a frente esta terra com desenvolvimento”. “E desenvolvimento não é como aqui tem acontecido com o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, que tem simplesmente criticado Lisboa e o nosso primeiro-ministro António Costa”, apontou, frisando que “o PS faz bem a Portugal e queremos que o PS-Madeira faça bem à Madeira», sendo que “teremos as pessoas certas com certeza para vencer em 2019”.

Por seu lado, a presidente da concelhia do PS- São Vicente disse ser hora de pensar “no que vem aí, no que o futuro nos reserva já no próximo ano, que é vencer os três actos eleitorais –as Europeias, as Regionais e as Nacionais”.

Sara Silva salientou que o PS está preparado para vencer as eleições em 2019. “Com o Emanuel Câmara como presidente do PS e com Paulo Cafôfo como candidato a presidente do Governo, não tenho dúvida nenhuma que é isso que vai acontecer”, rematou.

Já o secretário-geral do partido, João Pedro Vieira, agradeceu a todos pelo contributo que darão para o PS ao longo do próximo ano e por aquilo que têm dado ao longo dos últimos 40 anos.

Outras Notícias