“Relato” da Comissão de Agricultura e Mar reforçará “justiça” de financiar carga aérea

12 Fev 2019 / 12:37 H.

No último dia da visita dos deputados da Comissão de Agricultura e Mar, da Assembleia da República à Madeira, sai a “convicção reforçada” dos parlamentares que “é de toda a justiça” que o Estado comparticipe o transporte de carga aérea entre a Madeira e o Continente. O vice-presidente da Comissão e porta-voz dos parlamentares considera que o “princípio deve ser o mesmo” para outras regiões do país, sublinhando que “o relato” que será feito em sede Comissão dará conta dessa necessidade.

O social-democrata, Ulisses Pereira falava depois de uma visita realizada esta manhã ao Centro de Processamento de Banana aproveitou para realçar a premência de uma redução dos custos de produção no sector primário para que, nomeadamente a banana da Madeira, mas também outros produtos, consigam entrar nos mercados a preços competitivos.

Para isso suceda, além de ser preciso uma maior escala, defendeu “uma maior colaboração da República” tal e qual “colabora com outras regiões do país”, observou o deputado que se mostrou preocupado com uma progressiva redução das pautas aduaneiras da UE vindos de outras partes do mundo, nomeadamente dos países do ACP – África, Caribe e Pacífico, que segundo Ulisses Pereira “acaba por dificultar aquilo que é a competitividade de produtos europeus”, em que os factores de produção “têm outro custo e muitas vezes são produzidos com menos respeito por um conjunto de direitos que na Europa existem”.