PSD propõe novo regime de apoio ao voluntariado

12 Fev 2019 / 12:33 H.

O Grupo Parlamentar do PSD visitou esta manhã o Movimento de Voluntariado hospitalar Presença Amiga para “valorizar o papel essencial dos voluntários” e destacar um “novo regime de apoio ao voluntariado”.

Josefina Carreira, porta-voz da iniciativa, apresentou o regime de apoio ao voluntariado, uma proposta do Governo Regional (GR) que será discutida amanha no Parlamento madeirense.

De acordo com a deputada, o diploma permitirá maior valorização dos mais de 2600 voluntários que existem na RAM”, um reforço do apoio técnico e alguns benefícios de cariz simbólico, contribuindo ainda para “incentivar mais pessoas a praticar o voluntariado.

“Este diploma permite ainda uma caracterização do perfil do voluntário na RAM através de um cartão e de um registo que vai permitir uma acção mais consertada nesta áreas”, frisou Josefina Carreira, tendo salientado que o diploma não só “concretiza mais um compromisso do GR”, mas demostra que as “políticas sociais continuam a ser uma prioridade do PSD-M”.

A deputada acredita que este diploma vai “incentivar” o aumento do número de voluntários através de alguns benefícios, como a introdução de um crédito de 8 horas para o papel de voluntariado, a isenção de taxas moderadoras e o acesso livre a museus da tutela do GR.

A iniciativa serviu ainda para mostrar que o voluntariado “contribui para que a nossa sociedade seja mais solidária e mais coesa”, sendo considerado um “complemento fundamental para a acção das entidades púbicas, e um contributo próximo para quem precisa.

Outras Notícias