PSD manda Mariana Mortágua “fazer trabalho de casa”

Os sociais-democratas reagiram assim às críticas de deputada bloquista em entrevista ao DIÁRIO

14 Mar 2018 / 15:12 H.

Em entrevista ao DIÁRIO, publicada na edição imprensa de hoje, a deputada do BE Mariana Mortágua, acusou o Governo Regional da Madeira de “ter as prioridades ao contrário”. Afirmações esta que o PSD/Madeira vem agora refutar, num comunicado dirigido à imprensa.

Na referida nota pode ler-se, então, o seguinte:

“Ao contrário do Governo apoiado pela Sra. deputada e pelo seu partido, o Governo Regional da Madeira foi sufragado pela população madeirense, reunindo toda a legitimidade para cumprir a missão para que foi eleito. Ao apresentar-se ao eleitorado, o PSD/Madeira definiu um conjunto de prioridades, no seu manifesto eleitoral, também ratificado através de eleição, mais tarde traduzido em Programa de Governo. Esses compromissos assumidos com a população madeirense estão a ser cumpridos na íntegra, de acordo com os timings necessários para a sua concretização”.

Ao mesmo tempo, o PSD acusa o Bloco de Esquerda de tudo fazer “para prejudicar a Madeira e os madeirenses”. E exemplifica com as questões do financiamento do Novo Hospital, a revisão do Subsídio de Mobilidade, os juros da dívida, as dívidas dos subsistemas de saúde ou a equidade entre a Madeira e os Açores nas verbas transferidas para a Segurança Social.

Relativamente a estas matérias, o PSD/Madeira aconselha a deputada Mariana Mortágua “a fazer o seu trabalho de casa e a defender verdadeiramente os madeirenses, e os portugueses em geral, onde o pode fazer. Ou seja, na Assembleia da República, já que o seu partido também tem feito parte do entrave imposto em Lisboa para que algumas dessas situações pendentes possam ter solução definitiva”.