PSD insiste no apoio da República à recuperação da Madeira face à pandemia Covid-19

Lisboa /
08 Abr 2020 / 12:22 H.

“É fundamental que o Estado Português saiba acautelar, devidamente, os apoios e as medidas específicas que a Região já solicitou, tanto através do Governo Regional quanto dos deputados eleitos à Assembleia da República e é de respostas que precisamos para enfrentarmos, ainda com mais e melhores condições, os desafios sociais e económicos que temos pela frente, resultantes da crise gerada pela pandemia Covid-19”.

A afirmação é da deputada social-democrata Sara Madruga da Costa que, subscrevendo a estratégia que tem sido seguida, pelo Governo Regional, para enfrentar esta pandemia na Região, alerta para a necessidade de serem considerados, “na maior brevidade possível”, os apoios que foram pedidos, pela Madeira, ao Governo da República e já transmitidos, ao primeiro-ministro e ao ministro das Finanças, inclusive pela direcção do Partido a nível nacional.

Sara Madruga da Costa sublinha ser imprescindível “a criação de um apoio excepcional e extraordinário para acudir às famílias e às empresas da nossa Região, conforme já solicitado pelo Presidente do Governo Regional da Madeira”, apoio esse que, conforme solicitado pelos deputados eleitos pelo PSD/M à Assembleia da República, deve ser complementado “com três medidas que são fundamentais para a Região, nomeadamente a suspensão da Lei das Finanças Regionais, o adiamento do pagamento das duas prestações do PAEF e a possibilidade de utilização de fontes específicas de financiamento como o Fundo de Coesão Nacional, o saldo de gerência de 2019 e o saldo por utilizar da intempérie de 2010”.

“A Região precisará de toda a disponibilidade financeira para reforçar o apoio às famílias e às empresas madeirenses neste período de emergência”, remata.