PSD exige que o Governo “obrigue” a Binter a viajar para o Porto Santo

10 Ago 2018 / 17:28 H.

“Esta situação que estamos viver prejudica e muito o Porto Santo, pois a companhia aérea BINTER nos últimos quatro dias fez apenas um voo”, foram as palavras de Bernardo Caldeira, na conferência de imprensa do Grupo Parlamentar do PSD, realizada esta tarde no aeroporto internacional do Porto Santo.

O social democrata prosseguiu relembrando que “há crianças, idosos e pessoas sem medição, retidos no aeroporto da Madeira, sem poder retornar a ilha do Porto Santo”, declarando-se apreensivo com o “silêncio” por parte do Governo da República, mediante esta “estranha situação”.

“Não há qualquer comentário e reacção por parte do Governo da República que concessionou a BINTER, e até hoje não conhecemos desenvolvimentos e as pessoas estão lançadas á sua sorte, sem qualquer chamada de atenção”, frisou Bernardo Caldeira.

O grupo parlamentar do PSD exige, assim, ao Governo da República “que está a pagar para que esta linha, que realmente faça o seu trabalho e obrigue a companhia a a viajar para o Porto Santo”.