PSD apresentará voto de protesto pela recusa do Estado em financiar helicópetro

“Ministro veio à Madeira dizer que abandonou uma região do seu país”, acusa o PSD

05 Set 2018 / 12:47 H.

O Grupo Parlamentar do PSD/Madeira (GPPSD) irá apresentar na Assembleia Legislativa da Madeira um voto de protesto pela recusa do Estado em financiar helicópetro de helicóptero de combate a incêndios que está a operar na região.

O anúncio foi feito esta manhã, durante a conferência de imprensa promovida pelos social-democratas, junto à sede do Serviço Regional de Protecção Civil e surge na sequência da posição assumida pelo ministro da Administração Interna, que ontem deslocou-se à região no âmbito das comemorações do 140 º aniversário do Comando Regional da PSP.

Eduardo Cabrita rejeitou a pretensão da Madeira de transferir para a República a responsabilidade financeira pela utilização do helicóptero de combate a incêndios que está a operar na região.

O PSD diz que “o ministro veio à Madeira dizer que abandonou uma região do seu país”, sublinhando que “os madeirenses não querem receber mais dinheiro do que qualquer outro português”.

“Fomos solidários com os incêndios de Pedrógão Grande, fomos solidários com os recentes incêndios na zona de Monchique, mas a questão que hoje em dia colocamos é: Porquê é que o Estado não é agora solidário connosco?”, interroga o PSD, frisando que a Madeira é a única região do país em que o Estado se recusa a suportar os custos para a existência de meios aéreos de combate a incêndios.

Outras Notícias