PS-M defendia a aprovação da resolução do CDS na Assembleia da República

09 Abr 2020 / 15:48 H.

O grupo parlamentar do PS na Assembleia Legislativa da Madeira deu um parecer favorável ao projecto de resolução do CDS que recomendava ao Governo a suspensão de artigos da lei das finanças regionais e flexibilização das dívidas da Madeira e dos Açores. A proposta foi rejeitada, ontem, na Assembleia da República, com votos contra de PS, PSD e Verdes abstenções de PCP e BE e votos a favor dos restantes.

Miguel Iglésias, líder parlamentar do PS-M, lamenta essa votação

“Votámos um parecer favorável relativamente a esta proposta de recomendação, onde as duas ideias essenciais são a moratória sobre o empréstimo do PAEF e a suspensão de dois artigos da lei das finanças regionais. A nossa posição é pública sobre a possibilidade de o Governo Regional dispor de todos os instrumentos necessários para enfrentar a crise”, afirma.

O deputado socialista não concorda com o ‘chumbo’ da proposta, mas lembra que “era uma recomendação” e que “está a haver um trabalho de, entre o Governo da República e o Governo Regional para arranjar as soluções necessárias”.

O PS-M “gostaria de ter um voto favorável”, mas acredita que deverá haver um acordo entre governos.