Primeiro Hotel LGBTI na Madeira “irá permitir criação de riqueza e mais emprego”

De acordo com Pedro Calado, vice-presidente do Governo Regional, trata-se de um investimento importante, na ordem dos oito milhões de euros, que irá permitir criação de riqueza e mais emprego

23 Jan 2019 / 22:01 H.

A cadeia hoteleira Axel Hotels prossegue com o seu plano de expansão ao anunciar o seu primeiro activo em Portugal, mais precisamente na Madeira, em 2020, o qual se junta às suas próximas aberturas previstas para 2019 e 2020: AxelBeach Miami, Axel Hotel San Sebastián e Axel Hotel Valencia.

Esta quarta-feira realizou-se a cerimónia de celebração do protocolo de exploração hoteleira entre a empresa Vintage Destiny, representada pelo seu director António Baptista, e a Axel Hotels, representada pelo director Juan Juliá Blanch, que dará origem à construção e abertura do primeiro Hotel LGBTI na Madeira, localizado no Funchal.

O vice-presidente do Governo Regional, Pedro Calado, esteve presente na cerimónia e destacou a importância deste investimento para a Região, salientando a coragem do grupo em investir na Madeira, neste caso, será a primeira unidade criada em Portugal, prevendo-se que a mesma esteja concluída no próximo ano.

Pedro Calado aproveitou também esta oportunidade para realçar que “sendo um destino turístico já reconhecido internacionalmente, como o melhor Destino Insular do Mundo e da Europa, título que vem conquistando por cinco vezes consecutivas, a Madeira não podia ficar à margem deste pequeno grande passo”.

De acordo com Pedro Calado, trata-se de um investimento importante, na ordem dos oito milhões de euros, que irá permitir criação de riqueza e mais emprego.

Este é também, segundo Pedro Calado, um segmento em franca expansão no mundo, representando cerca de 10% do volume de turistas em todo o mundo, movimentando mais de 16 mil milhões de euros.