Prémio de mérito escolar ‘Joaquim Pestana’ distingue 105 alunos

07 Set 2017 / 18:08 H.

A Câmara Municipal de Câmara de Lobos realiza, amanhã, dia 8, pelas 19 horas, a quarta edição da cerimónia de entrega do Prémio de Mérito Escolar ‘Joaquim Pestana’, no Museu de Imprensa – Madeira, onde serão distinguidos 105 alunos, abrangendo o melhor aluno por cada ano escolar de cada uma das escolas do município, entre o primeiro ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico até ao ensino secundário, abrangendo igualmente os melhores alunos dos cursos CEF e dos Percursos Curriculares Alternativos. A cerimónia contará com a presença do Secretário Regional de Educação, Jorge Carvalho.

O Prémio de Mérito Escolar ‘Joaquim Pestana’, que entrou em vigor em Março de 2014, será atribuído no corrente ano pela quarta vez. O prémio tem a finalidade de estimular, reconhecer e distinguir anualmente, no arranque do ano lectivo subsequente, o desempenho escolar dos melhores alunos de cada estabelecimento de ensino sediados no concelho. Na cerimónia, que terá lugar no próximo dia 08 de setembro, serão distinguidos os melhores alunos que finalizaram o ano lectivo 2016/2017 com o melhor aproveitamento escolar.

Na cerimónia serão atribuídos certificados a cada aluno, assim como um prémio individual que consiste num “cheque ensino” no montante de cinquenta euros, destinado exclusivamente à aquisição de material didáctico e/ou escolar, representando um investimento global por parte da autarquia na ordem dos 5.500,00 euros.

De referir que a denominação do prémio ‘Joaquim Pestana’ visa enaltecer e recuperar a memória histórica do poeta câmara-lobense do século XIX, que se distinguiu como um dos vultos da corrente literária Novo Trovador e do ultrarromantismo. Poeta autodidacta, Joaquim Pestana foi autor de uma profusa e relevante obra literária e poética, tendo publicado em muitas publicações de periódicos nacionais e estrangeiros. Não obstante, ao longo de todo o século passado, a historiografia madeirense votou este poeta ao desconhecimento, desmerecendo a sua obra, razão pela qual, com a atribuição do seu nome ao prémio de mérito escolar de Câmara de Lobos, a autarquia pretende fazer jus à sua memória e contribuir para recuperar o seu real valor na história da cultura e das letras madeirenses.

Outras Notícias