PGR investiga queixa contra Câmara do Funchal

18 Jul 2019 / 07:00 H.

A Procuradoria-Geral da República está a analisar uma denúncia, recebida há oito meses, sobre eventuais ilegalidades relacionadas com procedimentos contratuais da autarquia. O trabalho, que dá conta ainda de quem são os visados na queixa, faz a manchete da edição impressa do DIÁRIO desta quinta-feira. Saiba tudo na página 14.

Na página 2, a história de duas irmãs que reclamam um terreno à Igreja do Faial. As mulheres pagam IMI há anos de uma parcela onde está edificada a casa paroquial, que foi registada em 2007 em nome da igreja.

Também no terreno, mas outro, já está o Plano de Contigência do Aeroporto, um trabalho para ler na página 3. O Governo Regional assegura que o projecto está a “corresponder às expectativas”. No futuro, vai ser criado um grupo de trabalho para avaliar o desempenho do Porto Santo.

Para os mais novos, o Encontro da Juventude traz o conhecido youtuber SirKazzio à Madeira, desta vez à Calheta. Saiba tudo na página 31.

Antes, na página 12, é o Ambiente que está em foco, com a poluição no mar a originar várias queixas. A DROTA acusa a CMF e a autarquia retorque.

De resto, acompanhe também as notícias nas redes sociais do DIÁRIO e, naturalmente, em dnoticias.pt.

Obrigada por estar desse lado.

Dia feliz.

Outras Notícias