Orçamento do Estado péssimo para a Madeira, afirma Sara Madruga da Costa

21 Out 2018 / 17:13 H.

A deputada à Assembleia da República Sara Madruga da Costa esteve na Ribeira Brava a explicar o Orçamento do Estado para 2019 e as propostas de alteração que o PSD Madeira irá apresentar na Assembleia da República, numa conferência dirigida aos militantes e intitulada ‘Os desafios da Assembleia da República’.

Para Sara Madruga da Costa “este é o orçamento do faz de conta, é um orçamento eleitoralista, feito para enganar os portugueses. É um orçamento que não pensa em todos, não pensa no melhor para o país, mas apenas em alguns grupos particulares e em agradar ao BE e ao PCP”.

“É um orçamento de um Governo que promete e não cumpre e que tenta a todo o custo estrangular e asfixiar os madeirenses e porto-santenses até às eleições regionais”.

Para a deputada madeirense “o orçamento é péssimo para a Madeira e fica muito aquém do prometido, por exemplo no financiamento do novo Hospital, na redução dos juros da dívida, no pagamento das dívidas devidas à Região, nos apoios à mobilidade e aos incêndios”.

“Mas tão ou mais preocupante que a má proposta de Orçamento apresentada pelo Governo de Lisboa é a postura dos socialistas na Madeira, que aceitam tudo e se congratulam com um dos Orçamentos do Estado mais penalizadores para os madeirenses e porto-santenses”, referiu Sara Madruga da Costa.

Sara Madruga da Costa reitera o compromisso assumido com os madeirenses e porto-santenses, “de continuar a lutar na Assembleia da República, para fazer aprovar melhorias a este Orçamento do Estado e exigir que António Costa cumpra com o que prometeu à Madeira”.

Outras Notícias