Número de inoculações administradas na Madeira diminuiu

Número de médicos, médicos dentistas e farmacêuticos registou um aumento

15 Out 2018 / 17:27 H.

Em 2017, segundo informação disponibilizada pelo Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais (IASaúde), na Região Autónoma da Madeira (RAM) foram administradas a residentes na Região 93 429 inoculações de 38 tipos de vacinas, 49 289 no âmbito do Plano Regional de Vacinação (PRV) e 44 140 no Extra PRV. Excluindo as provas tuberculinicas, cujo valor não foi possível apurar em 2016, em termos globais, os dados mostram que a vacinação na RAM diminuiu 5,1% face a 2016 (-15,8% no âmbito do PRV e +10,8% no Extra PRV).

Em 2017, na RAM, estavam inscritos na Ordem dos Médicos 1 032 médicos, mais 64 (+6,6%) que no ano anterior (968 médicos), sendo que 54,7% eram mulheres (565 médicas). De acordo com a residência declarada, 73,6% dos médicos residiam no Funchal e 11,8% em Santa Cruz.

Do total de médicos em 2017, 568 eram especialistas (55,0%). Destes, 24,5% referiam-se à especialidade de Medicina Geral e Familiar (139 médicos), 11,3% (64 médicos) à especialidade de Medicina Interna e 6,2% (35 médicos) relativamente a cada uma das seguintes especialidades:Cirurgia Geral, Pediatria e Ginecologia-Obstetrícia.

Em média, existiam na RAM 4,1 médicos por mil habitantes, verificando-se a maior expressão deste indicador no Funchal (7,3 médicos por mil habitantes) e a menor no município da Calheta (0,6 médicos por mil habitantes).

De acordo com a residência declarada, em 2017, o número de médicos dentistas que estava inscrito na Ordem dos Médicos Dentistas aumentou 7,8% face a 2016 (179 médicos dentistas), sendo 69,4% dos dentistas residentes no Funchal e 11,4% em Santa Cruz.

Em 2017, a Ordem dos Enfermeiros solicitou aos seus associados a actualização da informação sobre o local de trabalho, originando uma quebra de série face à informação disponibilizada nos anos anteriores. Em 2017, exerciam a sua actividade na RAM 2 221 enfermeiros, correspondendo a um rácio de 8,7 enfermeiros por mil habitantes, sendo o Funchal (19,5 enfermeiros por mil habitantes) e Santana (3,1 enfermeiros por mil habitantes) os municípios a registarem os valores mais elevados.

Atendendo à informação do número de inscritos na Ordem dos Farmacêuticos por local de trabalho, em 2017 exerciam a sua actividade na RAM 235 farmacêuticos, mais 2,6 % que em 2016 (6 farmacêuticos), sendo que destes 56,6% encontravam-se no Funchal e 12,3% em Santa Cruz.

Os dados agora disponibilizados fazem parte integrante da Publicação ‘Estatísticas da Saúde da RAM 2017’, cuja edição completa será divulgada em dezembro de 2018.