“Nesta terra a excelência é possível em todos os domínios”

01 Jul 2017 / 18:59 H.

Dez pessoas e duas instituições, que se distinguiram em diferentes áreas em prol da Madeira, foram hoje condecoradas pelo Governo Regional, provando que “nesta terra a excelência é possível e desejável em todos os domínios”.

Por ocasião do Dia da Região e das Comunidades Madeirenses, foram entregues três Insígnias Honoríficas, nomeadamente a Insígnia Autonómica de Valor, Insígnia Autonómica de Distinção e Insígnia Autonómica de Bons Serviços, numa cerimónia que teve lugar no Salão Nobre do Governo e que contou com a presença de actuais e anteriores membros do Executivo Madeirense e da Câmara Municipal do Funchal.

José Agostinho Gomes Pereira de Gouveia, antigo secretário regional de Economia, (a título póstumo) e Duarte Nuno Fraga Gomes Ferreira, actual director dos Aeroportos da Madeira e do Porto Santo foram distinguidos com a Insígnia Autonómica de Valor. Já a Insígnia Autonómica de Distinção foi atribuída ao treinador de futebol do Mónaco, Leonardo Jardim, assim como a Manuel da Ascensão Fernandes, proprietário do conhecido restaurante ‘Casa Madeirense’, em Lisboa, e João Carlos Reis Freitas, um emigrante muito influente na comunidade madeirense no Reino Unido.

O médico Celso António Rosa de Almeida e Silva, José Jaime Jardim Rodrigues, antigo enfermeiro chefe do Hospital Dr. Nélio Mendonça, agora aposentado, e o médico cirurgião Carlos José Abreu Andrade (a título póstumo) receberam a Insígnia Autonómica de Bons Serviços.

Esta distinção honorífica foi também atribuída à Junta Regional da Madeira do Corpo Nacional de Escutas, à Associação dos Amigos da Arte Inclusiva-Dançando com a Diferença e aos rocheiros José Avelino Fernandes e Ivo Serrão Carreira.

Nesta celebração emotiva, o presidente do Governo Regional lembrou que “somos fruto das pessoas que fomos encontrando ao longo da vida” e que “a todos os homenageados devemos um pouco daquilo que somos hoje enquanto comunidade”.

Miguel Albuquerque voltou a referir que a ilha não é uma barreira para afirmação pessoal e profissional de quem quer que seja, salientando que “exprimir o nosso amor e solidariedade para com os outros seres humanos não é embaraço mas uma virtude que nos enobrece e nos enriquece”.

Duarte Nuno Fraga Gomes Ferreira falou em nome de todos os homenageados, agradecendo esta distinção.

Tópicos

Outras Notícias