“Necessitamos de um novo responsável à frente da Saúde Regional”

A exigência é feita pelo líder parlamentar do PS

28 Fev 2020 / 08:55 H.

O PS ainda não reagiu oficialmente às últimas mexidas na Saúde na Região. Aliás, até a esta hora só dois partidos se pronunciaram espontaneamente sobre o caso Mário Pereira. O CDS limitou-se a dar boleia ao comunicado onde o médico justifica o pedido de exoneração, por sentir que não conseguiu “o consenso imprescindível para a concretização” dos objectivos traçados. E o BE que se refere a uma “entrada de leão e saída de sendeiro” para Miguel Albuquerque, na nomeação do diretor clínico do SESARAM, “perfeitamente evitável se tivesse tido bom senso”. De resto, nem uma linha, por iniciativa própria.

Apesar do alheamento institucional, o líder do grupo parlamentar do PS na ALM, Miguel Iglésias, escreve no seu Facebook que “ a saída de Mário Pereira tem de ser consequente, e o Secretário da Saúde tem de tirar consequências”. “Falhou e necessitamos de outro rumo, necessitamos de um novo responsável à frente da Saúde Regional”, refere, considerando que a “situação surreal no serviço regional de saúde, depois de uma acção inédita onde a maioria dos diretores de serviço apresentaram renúncia aos cargos por contestarem a nomeação política para a direção clínica e devido ao enxovalho público à classe médica do Presidente do Governo” podia ter sido evitada.

“O PS Madeira afirmou em devido tempo que não havia condições para Mário Pereira tomar posse, e não havia quaisquer condições para Pedro Ramos se manter em funções, como se nada se passasse. Por vezes era melhor não ter razão antes de tempo”, refere.

Uma outra reacção foi emitida por polémico médico Rafael Macedo que se oferece para o cargo deixado vago: “A título GRATUÍTO, pelo bem da população, ofereço-me para ser Diretor Clínico do Sesaram. Sou especialista há 7 anos. Construí um Serviço de raíz. Ninguém o fez. Se o PSD/CDS me quiserem, posso COMANDAR a Saúde na RAM ao mais baixo nível hierárquico da nomeação política, sobretudo pela Direção Clínica. Considerem!”, escreve no seu Facebook.

Tópicos