Madeira tem 43 projectos aprovados na rede Erasmus+

29 Out 2018 / 12:47 H.

A Madeira tem, neste momento, 43 projectos de Erasmus+ aprovados com um valor que ronda os 2 milhões de euros. O Secretário Regional da Educação salientou os números, esta manhã, na abertura da sessão de divulgação Erasmus+ Call 2019, no Colégio dos Jesuítas, no Funchal.

Uma área que, na opinião de Jorge Carvalho, tem merecido uma aposta significativa por parte do Governo Regional, através da criação de um núcleo na Direcção Regional de Juventude e Desporto, não só pelo facto deste projecto contribuir para o desenvolvimento de alunos e professores, mas também por permitir uma cooperação entre os diferentes intervenientes, estejam onde estiverem, e promover a inovação e o intercâmbio de boas práticas.

“Isto representa que os alunos, os professores e as escolas possam ter uma capacidade de intercâmbio, de mobilidade e uma possibilidade de contactarem com novas realidades e novos projectos”, salientou Jorge Carvalho que se congratula com o facto de a Madeira ter condições e projectos que são uma referência para as escolas estrangeiras.

Destacou o ‘plafond’ no Orçamento Regional para que a Madeira continue a apresentar projectos de qualidade e possa manter-se como uma referência na execução dos projectos Erasmus no país, como tem sido até agora.

Jorge Carvalho mostrou-se disponível para continuar a colaborar com as escolas e destacou o etwinning e a professora Rosa Gaspar, embaixadora do projecto, pelo facto de ter colocado a Madeira na rede composta por 600 mil professores com a capacidade de partilhar projectos e informações. Para o Secretário, esta é mais uma ferramenta disponibilizada às escolas e aos professores, na medida em que “tudo o que possa ser um contributo para um empenho de qualidade, é visto como um aspecto fundamental”.

A Sessão de divulgação Erasmus+ Call 2019 contou com elementos da Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação e da Direcção Regional de Juventude e Desporto, entre outros.