Jovens voluntários madeirenses já ajudaram mais de 50 famílias

28 Mar 2020 / 16:26 H.

O grupo ‘CoFiq em Casa’, composto na sua maioria por jovens voluntários, já ajudou mais de 50 famílias na Madeira no espaço de duas semanas. Com os pedidos a cingirem-se às compras de supermercado, serviços de correio ou idas a farmácias, o porta-voz desta iniciativa solidária, Henrique Rosa Gomes, assume que até agora, desde o início da actividade, “está tudo a correr bem” com “mais pessoas a requisitarem” a acção voluntária destes jovens.

Com uma média cifrada entre “cinco a seis pedidos” diários, o ‘CoFiq em Casa’ reúne, actualmente, uma equipa de 12 voluntários, mas ascendem a mais de 40 os que se prestaram a ajudar desde o primeiro momento. Henrique Rosa Gomes esclarece que o número é ainda “reduzido tendo em conta as solicitações” que podem vir a aumentar nos próximos tempos.

Os jovens também já receberam formação por parte das autoridades de saúde da Região, pelo que estão devidamente cientes dos cuidados que devem de ter face ao Covid-19, estando igualmente munidos de luvas, máscaras e gel desinfectante.

Para quem não conhece este serviço de voluntariado, estes jovens adiantam o dinheiro após recepcionarem o pedido, sendo que o valor é depois entregue no acto da entrega ao domicílio. O tecto máximo é de 50 euros. Tudo sem fins lucrativos.