Instituto de Florestas diz que adesão à greve foi de 17% e não de 90%

16 Out 2018 / 11:18 H.

Após ter feito levantamento dos números da adesão à greve dos Vigilantes da Natureza, que decorreu, esta segunda-feira, junto ao Edifício do Governo Regional, o Instituto de Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) revela que “dos 35 profissionais, apenas 6 usaram o seu direito à greve”.

O IFCN contrapões assim os números avançados pelo sindicato. “A adesão, contrariamente ao que foi passado para a opinião pública, foi de 17% e não de 90%”, refere uma nota da Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais.

O IFCN recorda também “que já foi apresentada uma proposta de carreira, que as partes já estiveram sentadas na mesma mesa de negociações e que o processo continua em sede de concertação social, algo que nunca aconteceu em território continental”, reiterando “a sua total disponibilidade para continuar a encontrar soluções que satisfaçam as aspirações do Vigilantes da Natureza e salvaguardem o interesse público”.