Inspecção não detectou perigo na retirada de amianto da escola do Porto Santo

17 Jul 2018 / 18:47 H.

A Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas (SREI) informou hoje que as medições do nível de fibras de amianto, no dia 12 de Julho, “demonstram que o resultado calculado de frequência por cm3 é de 0,000”.

Recorde-se que no seguimento da informação registada na semana passada, de que três funcionárias da escola secundária do Porto Santo terão sentido reacções alérgicas e se deslocado ao centro de saúde local, foi realizada uma uma inspecção por parte da empresa que está a efectuar as obras da nova infra-estrutura escolar. Nessa inspecção, as medições nível de fibras de amianto foram efectuados no interior e entrada da cantina.

“Independentemente da tentativa de aproveitamento político de alguns partidos, a SREI assegura que a retirada de amianto está a ser executada por uma empresa devidamente certificada para o efeito, e que esta cumpre todos os requisitos e procedimentos aos quais está obrigada, não havendo por isso qualquer motivo para preocupação ou alarme”, vinca esta informação, que se faz acompanhar do relatório efectuado.