Há mais 18 bombeiros nos Voluntários da Calheta

21 Nov 2018 / 19:31 H.

“São uma realidade” os 18 novos bombeiros que estão ao serviço a partir de hoje na corporação de Voluntários da Calheta, constatou o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, vincando “o momento histórico” que assinalou na Costa Oeste da Madeira, no quartel da referida unidade de protecção e socorro.

Agradecendo aos novos que entram nesta nova função, aderindo “à causa”, Pedro Ramos vincou que ao longo das suas vidas estes 18 bombeiros “passarão a ter uma importância muito grande para a nossa população”, não esquecendo também “aqueles que foram promovidos”.

“A responsabilidade pela protecção da nossa população, dos seus bens e do seu património, não me canso de dizer, fica garantida com a qualidade que nós temos ao nível das nossas corporações. Esta qualidade passa pela formação, diferenciação, atribuição de todos os meios individuais, colectivos, recursos e meios necessários para o terreno que têm permitido que a vossa acção seja uma acção respeitada, reconhecida e acarinhada pela nossa população”, destacou o governante, sustentando as suas palavras com o POCIF que “é um caso de sucesso” e que conta “cada vez com mais equipas e cada vez percorre mais quilómetros”.

Houve também espaço para louvar alguns dos bombeiros que resgataram este ano o corpo de um homem que caiu numa ravina, no sítio do Cabo, na Ponta do Pargo, numa acção de difícil execução.

Outras Notícias