Frederico Rezende demite-se do SANAS

Por causa das candidaturas da associação de socorro e da Tecnovia, onde é administrador, à concessão do estaleiro de Água de Pena

19 Set 2018 / 13:08 H.

Frederico Rezende, até agora presidente da Associação Madeirense de Socorro no Mar - SANAS, apresentou a sua demissão do cargo que ocupava há alguns anos. Tudo porque há uma incompatibilidade com as funções de administrador da empresa Tecnovia, empresa que será concorrente da associação no concurso de concessão dos estaleiros navais de Água de Pena.

Segundo contou ao DIÁRIO, esta era uma posição já assumida aquando da última candidatura, pois existia a possibilidade de as duas entidades concorrem ao mesmo projecto. Situação que veio a ocorrer, uma vez que o Governo Regional prepara-se para abrir concurso para exploração daquele espaço por baixo da pista do Aeroporto da Madeira.

A apresentação da demissão já foi comunicada à presidente da Assembleia Geral do SANAS, seguindo-se agora um período de preparação para eleições antecipadas. Com esta medida, Frederico Rezende garante que quer dar tempo à futura direcção da associação para preparar a sua candidatura aos estaleiros e assegurando, ainda, que a candidatura da sua empresa é preparada convenientemente.

Desde 2014 no cargo, Frederico Rezende tem desenvolvido vários projectos, como as estações de salvamento no Porto Moniz e no Funchal.