“Faz muita confusão prever o futuro porque muda tudo de um dia para o outro”

23 Out 2018 / 13:12 H.

Após a intervenção de Pedro Campos, director científico do M-ITI, que interveio esta tarde de terça-feira na segunda edição da ‘Conferência Inovação e Futuro’, dedicada à temática da ‘Revolução Digital’, o orador foi questionado sobre as barreiras que se colocam à tecnologia.

Pedro Campos reforçou a ideia de que “faz muita confusão prever o futuro porque muda tudo de um dia para o outro”.

E defende que “tudo começa na Educação, no Ensino e na Ciência”.

António Fontes voltou a falar da plateia e desta vez para questionar o efeito persuasivo das decisões.

“Imaginemos a Avenida do Mar cheia de tendas com migrantes”, e dois candidatos: um a defender a sua expulsão, outro a defender a ajuda. Apesar de ‘defender’ o que ajudava, votava claramente naquele que os mandava embora. Ou seja, é possível defender um determinado rumo, mas decidir de outra forma se formos persuadidos em sentido contrário.

A 2.ª edição da ‘Conferência Inovação e Futuro’, uma organização do DIÁRIO, NOS Madeira e Casino da Madeira, prossegue após o almoço no Centro de Congressos.

Outras Notícias