“É em tua casa que quero celebrar a Páscoa”, diz D. Nuno Brás

09 Abr 2020 / 11:37 H.

Nesta Páscoa celebrada em pleno isolamento social imposto pela pandemia Covid-19, o Bispo do Funchal transmite, através da sua mensagem pascal, um certo alento a quem não pode reunir a família. “O Mestre manda dizer: É em tua casa que eu quero celebrar a Páscoa com os meus discípulos”. É com estas palavras que D. Nuno Brás se dirige aos católicos madeirenses nesta quinta-feira Santa, mostrando que as pessoas não estão sozinhas. Perante o convite do Senhor a cada um de nós, o Bispo reforça que nesta Páscoa de 2020, as palavras de Jesus “adquirem um significado muito literal, mas nem por isso menos pascal”.

Recordando o significado da palavra Páscoa, que quer dizer “passagem” que simboliza “a passagem de Deus pela vida do seu povo, libertando Israel da escravidão do Egipto para o conduzir à Terra Prometida; passagem de Jesus, através da cruz à vida de ressuscitado”, D. Nuno Brás reforça a ideia de que “Jesus Cristo quer passar pela tua vida, e pela vida da tua família, não como quem passa sem deixar rasto, mas como quem muda”, alertando para o facto de que “quando deixamos que Deus entre na nossa vida, muda sempre alguma coisa”.

Enquanto a “Páscoa da eternidade” não chega, o Bispo apela às pessoas para que abram as suas portas, as portas deste mundo que é a nossa casa, para que ele “possa acolher a vida nova de Jesus ressuscitado”, salientando que todos nós vamos precisar, nos tempos que se avizinham, de que essa vida “transforme as estruturas, os valores, as atitudes, e o coração dos homens”.

A mensagem de D. Nuno Brás termina reforçado o convite de Jesus: “hoje quero fazer Páscoa em tua casa”, desejando a todos uma “Santa Páscoa”