Duque de Bragança atribui prémios Tesouros Vivos da Madeira e entrega Medalhas de Mérito

20 Set 2018 / 17:59 H.

A RARAM – Real Associação da Madeira, tendo como patrono o Duque de Bragança, entrega os Prémios “Tesouros Vivos da Madeira”, seguindo-se a atribuição de três Medalhas de Mérito da Real Ordem de Nossa Senhora de Vila Viçosa a cidadãos madeirenses em reconhecimento pelo seu trabalho em prol da sociedade local. A cerimónia terá lugar no Hotel Quinta da Bela Vista pelas 16.30 horas de sábado.

A Real Associação considera que o universo das artes e ofícios apresenta características únicas e estão à guarda de muitos artesãos anónimos que se encontram espalhados por todo o Arquipélago. São, por isso, detentores de um conhecimento informal precioso que deve ser dignificado, reconhecido, preservado, catalogado e transmitido às gerações vindouras.

A iniciativa tem por objectivo distinguir a carreira de artesãos ou de artistas escolhidos como representativos de uma determinada área das artes e ofícios, e, por outro lado, reconhecer e revelar novos talentos que promovam o progresso, a evolução, a modernização dos ofícios em que trabalham, fomentando a passagem do conhecimento às gerações vindouras. São considerados para a atribuição deste prémio artífices e artistas naturais do Arquipélago da Madeira ou de origem madeirense que se encontrem a residir no Arquipélago ou na diáspora Madeirense.

O artífice ou o artista a reconhecer será todo aquele que domine um conjunto de saberes com valor cultural reconhecido, de raiz tradicional ou contemporânea e na prestação de serviços de igual natureza, dominando, para isso, um conjunto de técnicas e saberes a ela inerentes, com elevada perícia manual e estética.

Este é um projecto desenvolvido por iniciativa da RARAM - Real Associação da Região Autónoma da Madeira que conta, desde a primeira hora, com o apoio de S.A.R. o Senhor Dom Duarte, Duque de Bragança.

No final da cerimónia S.A.R. o Duque de Bragança agraciará a Professora Maria do Carmo Melvill de Araújo, o Professor Doutor Roberto de Ornelas Monteiro e o Engenheiro Vítor Bettencourt com a Medalha de Mérito da Real Ordem de Nossa Senhora de Vila Viçosa, em reconhecimento pelos serviços prestados por cada uma destas individualidades à sociedade madeirense.