Deputado Orlando Fernandes reuniu-se com André Barreto sobre a taxa turística do Funchal

17 Fev 2020 / 14:48 H.

O deputado municipal Orlando Fernandes continua a ouvir o sector da hotelaria no que concerne à questão da Taxa Turística do Funchal e esta manhã esteve reunido com o Administrador e Director Geral da Quintinha de São João (Funchal). André Barreto, que já foi vogal da Direcção da Associação de Promoção da Madeira e membro da Mesa de Hotelaria da ACIF, referiu que o ‘timing’ da Taxa turística “não podia ser pior”, continuando ainda por explicar “para que fim está a ser criada, qual o estudo que a valida, porque é que o turista de cruzeiro não a vai pagar, quem vai gerir esta taxa e porque não se utiliza o princípio do utilizador pagador”.

Por outro lado, lembra, que estatisticamente, o turista que procura ocupação hoteleira no Funchal por 7 dias, passa apenas dois desses dias na cidade, optando por usufruir de outros espaços, noutros municípios que não desfrutam da taxa cobrada no Funchal.

Orlando Fernandes pretende prosseguir com as reuniões junto dos directores hoteleiros e associações ligadas ao sector, de forma a “auscultar entidades com conhecimento directo e reconhecida visão critica sobre o sector”, para depois definir a sua posição na Assembleia Municipal do Funchal.