Comunicações telefónicas entre a Madeira e Portugal continental começaram há 80 anos

08 Dez 2018 / 09:57 H.

Estávamos em 1938. O então ministro das Obras Públicas, Duarte Pacheco, inaugurava o início das comunicações telefónicas entre a Madeira e o continente. Era dado um passo importante na aproximação entre a Região e a República

Duarte Pacheco, considerado um dos políticos mais marcantes do século XX, operou uma transformação profunda do País. Durante os anos que presidiu ao Ministério das Obras Públicas e Comunicações e à Câmara Municipal de Lisboa, planificou e executou obras que trouxeram Lisboa e Portugal para o século XX. Ao seu nome ficaram ligadas, entre muitas outras, em todo o país, obras emblemáticas como os bairros sociais de Alvalade, Encarnação, Madredeus e Ajuda, em Lisboa, as auto-estradas Lisboa-Vila Franca de Xira e Lisboa-Estádio Nacional, a marginal Lisboa-Cascais, a Estação Marítima de Alcântara, o aeroporto de Lisboa, o Estádio Nacional, a Fonte Monumental da Alameda, o Instituto Nacional de Estatística, a Casa da Moeda e a organização da Exposição do Mundo Português.