Cinco elementos de família madeirense infectados após viagem a Espanha

25 Mar 2020 / 20:31 H.

Um cidadão madeirense que regressou à Região nos últimos dias depois de uma viagem a Espanha acabou por infectar quatro familiares com o novo coronavírus, no que são, até agora, os únicos casos de contágio local da doença. Aliás, três dos quatro novos casos anunciados, esta tarde, na conferência de imprensa do IASaúde/Governo Regional de balanço da situação do Covid-19 na Madeira, dizem respeito a esse agregado residente no Funchal. Esta família “está a ser acompanhada pela autoridade de saúde do concelho do Funchal, que continua a investigação e o acompanhamento de todo o processo de tratamento da família”, disse a vice-presidente do IASaúde, Bruna Gouveia. Para o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, a forma se verificou este contágio serve de orientação para as medidas de prevenção que estão a ser tomadas.

O quarto novo caso de infecção anunciado hoje diz respeito a um cidadão madeirense que regressou esta semana do Reino Unido e que faz parte do grupo de passageiros que foram encaminhados para quarentena no hotel Quinta do Lorde, tendo a infecção sido detectada nos testes realizados já depois de se encontrar confinado no Caniçal. A vice-presidente do IASaúde explicou que as dezenas de passageiros estão a ser progressivamente sujeitos a testes, presumindo-se, pois, que não está afastada a possibilidade de ser detectado mais algum caso de infecção no referido grupo.

Com o balanço de hoje, a Região conta com 20 casos de infecção com Covid-19.

Região vai ter linha de produção de máscaras de protecção

A Madeira vai ter em breve a sua própria linha de produção de máscaras de protecção para profissionais de saúde que lidam com casos de Covid-19. O processo passa pela produção com impressoras tridimensionais e está a ser testado pela Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI), organismo ligado à Universidade da Madeira, num projecto que é acompanhado pelas secretarias regionais da Educação e da Saúde.

Esta novidade foi revelada, esta tarde, pelo secretário regional da Saúde, Pedro Ramos. O mesmo governante também anunciou que a ARDITI está a trabalhar numa plataforma informática de georreferenciação de casos de Covid-19 na Madeira, que poderá ter utilidade na eventualidade de um maior contágio na comunidade local.

De resto, foi descrito o conjunto de equipamentos e materiais de protecção de profissionais de saúde que chegaram hoje num avião militar à Madeira: 4.500 fatos de protecção, 1.500 máscaras FP2, 15 mil pares de luvas, 15 mil máscaras cirúrgicas e 150 conjuntos de óculos de protecção. Na sexta-feira o avião militar transporta mais equipamento, sendo que o secretário da saúde voltou a garantir que não há falta de artigos de protecção.

Privados doaram 27 ventiladores

Entretanto, Pedro Ramos disse que, nos últimos dias, diferentes entidades privadas doaram 27 ventiladores à Região, os quais serão acrescentados à capacidade já existente de 99 ventiladores do Sistema Regional de Saúde (a maioria dos quais, no SESARAM). No entanto, sublinhou que, até ao momento, nenhuma das 20 pessoas infectadas por Covid-19 na Região necessitou daquele equipamento.

Tópicos