Cinco anos para adoptar uma criança na Madeira

21 Out 2018 / 07:00 H.

Bom dia caro leitor. Na manchete deste domingo do DIÁRIO saiba que para adoptar uma criança na Madeira são precisos, em médio, cinco anos de espera. Nesta matéria, avançamos ainda que entre 2013 e 2017 houve 49 crianças adoptadas na Região, sendo que actualmente há 82 candidaturas na Segurança Social, mas só seis crianças estão em situação de adoptabilidade.

Já a foto que ‘banha’ a capa prende-se com um novo desacordo entre o Governo Regional e a autarquia funchalense por causa de... uma ponte. Desta feita, é a Ponte D. Manuel, na Ribeira de Santa Luzia, que alimenta uma nova discordância, tudo porque o executivo liderado por Paulo Cafôfo não concorda com um projecto apresentado pelo executivo de Miguel Albuquerque para aquela infra-estrutura, recordando que a ponte é considerada Monumento de Interesse Municipal.

E por falar em Câmara Municipal do Funchal, saiba nesta edição que o próximo Orçamento para a capital madeirense arrisca-se a não receber ‘luz verde’ por uma simples razão: o CDS, liderado por Rui Barreto, ameaça não votar a favor do documento caso a câmara leve por diante o aumento nos impostos aos munícipes, em 2019.

Outra das chamadas à primeira capa prende-se com números que Pedro Calado repudia “a vigarice”. Os encargos da dívida vão ficar iguais, numa luta que o Governo Regional tem vindo a travar nos últimos anos por querer pagar menos em cada ano. Lisboa exige para si o montante poupado com a redução dos juros, para amortizar o empréstimo e, assim sendo, a factura da dívida fica igual: 106 milhões de euros.

Em termos culturais adiantamos ainda que o ‘Coro de Câmara actua em Praga em Novembro’.

Como sempre poderá acompanhar toda a actualidade informativa através da nossa aplicação ‘mobile’, que pode descarregar confortavelmente através da ‘PlayStore’ ou ‘APP Store’, introduzindo para tal no motor de busca o seguinte: dnoticias.pt.

Pode ainda visitar o nosso ‘site’, que se encontra em permanente actualização, ou acompanhar-nos via rádio, nomeadamente na TSF-Madeira, sintonizando a frequência 100 FM.

A equipa do DIÁRIO deseja-lhe um excelente domingo.