CDS candidata advogada Sara Madalena à Câmara da Ponta do Sol

29 Jan 2017 / 19:30 H.

A advogada Sara Madalena é a candidata do CDS/PP-Madeira à presidência da Câmara Municipal da Ponta do Sol, um dos municípios governados pelo PSD na zona oeste da ilha, anunciou hoje o presidente dos centristas madeirenses.

“O CDS [Madeira] apresenta a sua candidata às próximas eleições autárquicas, que é a jovem advogada Sara Madalena, (...) uma das pessoas que merece mais confiança, representa a renovação das listas autárquicas, e uma renovação em termos de candidatos”, afirmou António Lopes da Fonseca no decorrer de uma visita que os dirigentes regionais do partido efetuaram aquele município.

O líder do CDS/PP-M argumentou que o anúncio da candidata da Ponta do Sol, depois de ter divulgado os nomes das cabeças de lista do Funchal, Câmara de Lobos e Ribeira Brava, “significa que o partido está a trabalhar atempadamente” para que estes possam “ter o tempo necessário” para “constituir as suas equipas e ter o programa” que vão apresentar.

A candidata, que é a presidente da concelhia da Ponta do Sol do CDS/PP-Madeira, declarou que este é “um desafio bastante importante”, o qual vai assumir “com plena consciência da força e coragem que é preciso” para o enfrentar.

Sara Madalena considerou que esta é uma demonstração de como “o CDS Ponta do Sol está revitalizado, em força”, acrescentando que conta com “um equipa jovem, transversal, aberta à população”.

Também sustentou que está disponível para “receber ideias abrangentes” e que a equipa vai trabalhar “pela positiva”, tendo identificado “todos os problemas que existem nas três freguesias do concelho (Ponta do Sol, Canhas e Madalena do Mar)”.

A candidata enunciou que são conhecidos os problemas “desde o mais jovem ao mais idoso, os concernentes à agricultura, os decorrentes de todos os flagelos que têm afetado” aquele concelho.

“Estamos cá com plena consciência de todos os problemas. Vamos arregaçar as mangas. Vamos trabalhar”, vincou.

O concelho da Ponta do Sol é um dos quatros municípios, dos 11 que constituem a Região Autónoma da Madeira, governado pelo PSD. Os outros são Câmara de Lobos, Ribeira Brava e Calheta.

Nas últimas eleições autárquicas (2013), o CDS/PP conquistou a câmara de Santana, no norte da ilha, sendo o único município madeirense liderado pelos centristas.

O líder do CDS/PP-M ainda se referiu ao périplo que os responsáveis do partido efetuaram hoje pelas freguesias do concelho da Ponta do Sol, que serviu para ouvir a população.

Segundo Lopes da Fonseca, “muitas pessoas não estão satisfeitas” com a falta de apoio em termos de escoamento de produtos agrícolas, recordando a promessa não cumprida do Governo Regional da Madeira, relativa à ligação de um avião cargueiro.

Também defendeu a criação de um gabinete de apoio aos jovens daquele município que pretendem apresentar projetos na área da agricultura, “mas não sabem a quem se dirigir”, nem com que ajudas podem contar.

A falta de um projeto de reflorestação para as serras da Ponta do Sol, que têm sido afetadas por incêndios, foi outro ponto apontado pelo líder centrista insular, salientando que os seus efeitos representam um perigo para as populações e penalizam o turismo local.

Outras Notícias