Câmara Municipal de Machico com orçamento de 9,7 milhões de euros

10 Dez 2018 / 17:34 H.

O Orçamento da Câmara de Machico, na Madeira, para 2019, já aprovado pela assembleia municipal, ascende a cerca de 9,7 milhões de euros, declarando a autarquia que a maior preocupação é a vertente social.

A proposta do executivo socialista machiquense liderado por Ricardo Franco foi submetida à assembleia municipal na passada semana e contou com os votos contra dos deputados municipais do PSD e a abstenção do JPP.

Os representantes sociais-democratas consideraram que este orçamento do executivo liderado pelo PS é uma manifestação de uma aposta na continuidade ao nível da “estagnação”.

Quanto aos deputados municipais do PS, sustentam que o documento evidencia “a maior preocupação de sempre” em desenvolver o concelho.

Entre outros aspectos, o plano de investimentos para Machico prevê meio milhão de euros para cultura, mobilidade urbana, postos de abastecimento eléctricos, maior segurança nas praias do concelho e obras no parque infantil.

A atribuição de bolsas de estudo aos estudantes residentes no município, a dedução fiscal no âmbito do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) familiar e a devolução de 20% do Imposto sobre o Rendimento Singular (IRS) variável são outras das medidas preconizadas que representam cerca de 650 mil euros.

Em 2018, o Orçamento Municipal de Machico foi de 9,4 milhões de euros, com um valor de investimento previsto idêntico (meio milhão de euros).

O concelho de Machico, situado no extremo leste da ilha da Madeira, tem uma área de 68,33 quilómetros quadrados.

Os Censos de 2011 indicam que tem mais de 21.800 habitantes, o que representa cerca de 8,2% da população residente na Região Autónoma da Madeira (267.785 habitantes), distribuída por cinco freguesias: Machico, Água de Pena, Caniçal, Porto da Cruz e Santo António da Serra.