Cafôfo vai renunciar à Câmara do Funchal antes do prazo legal

07 Dez 2018 / 14:27 H.

Conhecida a data em que se vão realizar as próximas eleições para a Assembleia Legislativa, 22 de Setembro, o DIÁRIO sabe que é intenção do cabeça-de-lista do PS-M, Paulo Cafôfo, renunciar ao mandato de presidente da Câmara do Funchal antes da data legalmente requerida para o fazer, que são 40 dias antes do dia das eleições. Isto é, a data limite a que a lei o obriga a abandonar ao cargo é 13 de Agosto.

Em declarações ao DIÁRIO, Paulo Cafôfo garante que vai sair “antes da data legalmente requerida para o fazer”, mas não compromete com um dia específica, sublinhando que “estão agora reunidas as condições para, com responsabilidade e serenidade, analisar essa questão colocando sempre em primeiro lugar os interesses de todos e de todas as funchalenses. Eles e elas serão os primeiros a conhecer a decisão”.

Cafôfo salienta que a candidatura que lidera vai apresentar um programa credível ao eleitorado, “com uma estratégia de desenvolvimento para a próxima década, assente numa nova geração de políticas em diálogo e com a participação de todas as pessoas”. Afiança, por fim, que com o anúncio da data das eleições regionais “inicia-se o caminho para o desejado novo ciclo político na Região”.

Outras Notícias