Bruna Gouveia explica discrepância de números entre IASaúde e DGS

29 Mar 2020 / 21:20 H.

A vice-presidente do IASaúde, Bruna Gouveia, indicou a razão pela qual os números avançados pela Direcção-Geral de Saúde (43) e o IASaúde (39) não coincidirem relativamente ao número de casos positivos por covid-19, na Madeira.

Segundo Bruna Gouveia, os dados reportados pela DGS dizem respeito, de facto, à Região Autónoma da Madeira, mas estes “provêem dos sistemas de informação e estão ligados a pessoas que não estão na Madeira”, querendo isto dizer que de momento existem quatro madeirenses infectados em Portugal continental ou fora do país.

A própria ministra da saúde, Marta Temido, já havia avançado com uma explicação para esta discrepância, visto que os casos que a DGS atribuía ao portugueses que se encontravam no estrangeiro (por exemplo, de tripulantes e passageiros de navios de cruzeiro) terem sido redistribuídos pelas suas regiões de origem/residência.