62% das empresas com quebras quase totais

31 Mar 2020 / 07:00 H.

A pandemia da Covid-19 e o estado de emergência em que vive o país e a Região está já a ter efeitos devastadores no sector empresarial da Madeira e há empresários sem dinheiro para pagar salários. A notícia que faz manchete na edição impressa desta terça-feira do DIÁRIO revela os resultados de um inquérito sobre o impacto da Covid-19 na economia, realizado pela ACIF entre 18 e 27 de Março. Este inquérito revela quebras quase totais em 62% das empresas, no total de 16 milhões de euros.

Na edição de hoje, o DIÁRIO publica o relato da fuga ao vírus na primeira pessoa. Cinco madeirenses a trabalhar no Reino Unido narram a odisseia vivida até conseguirem chegar à Região.

As medidas restritivas que, desde as 00h00 de hoje abrangem mais sectores de actividades como a construção civil e as oficinas de automóveis, afinal abrangem os quiosques, mas não os encerram, permitindo que continuem abertos e a vender jornais. Isto significa que o Governo Regional obrigado a recuar na medida avançada domingo, de restrição do acesso à informação.

Também os transportes públicos estão a ser afectados com as medidas implementadas que obrigam a novos horários e menos carreiras, o que implica mais horas de deslocação e percursos mais longos.

Mas as restrições parecem estar a fazer efeitos, até porque ontem só foi registado mais um caso de infecção pela Covid-19 na Madeira, desta vez na Ribeira Brava, somando, até ontem, 40 casos positivos. Os infectados estão já em sete concelhos.

Tudo isto para ler, e muito mais, hoje com o seu DIÁRIO. Acompanhe a jornada informativa na plataforma multimédia e não se esqueça que, ao final da tarde, haverá mais uma edição do DIÁRIO do Coronavírus.