Em memória de Sá Carneiro

13 Out 2019 / 02:00 H.

    Muitas vezes dou comigo a imaginar o que Sá Carneiro pensaria se pudesse assistir ao comportamento de certos militantes do partido que fundou e a quem deu a própria vida. Perante o que se está a passar no partido, terá valido a pena tal sacrifício do fundador do PPD/PSD? Claro que Cavaco Silva tem razão quando manifesta tristeza pelo resultado eleitorais, aliás como qualquer militante ou apenas eleitor social-democrata. É por isso mesmo que o partido terá que afastar de vez aqueles que tudo fizeram para que Rui Rio tivesse saído destas eleições derrotado por completo. Apesar das condições adversas com que teve lutar fora e dentro do partido, o resultado foi muito melhor que o esperado. E como não sou dos que fazem acusações abstractas, designo Luís Montenegro como o principal coveiro do PSD desde o início da presidência de Rui Rio. Terá porventura Montenegro pensado o que foi Rui Rio como presidente da CM do Porto em que igualmente em condições desfavoráveis conseguiu vencer três eleições sendo as duas últimas com maioria absoluta e os portuenses se podem orgulhar da obra por ele deixada? Ter-se-á esquecido que nem em Espinho, sua terra natal, Montenegro conseguiu ganhar a presidência da câmara para o PSD? Fico estupefacto que um indivíduo sem qualquer currículo se queira comparar a Rui Rio, sem dúvida o melhor Presidente da Câmara do Porto para além de outras provas dadas. Concordando que é urgente reconstruir o PSD, Rui Rio terá que começar por afastar de vez a erva daninha que tem dado cabo do partido. Que o faça em respeito e memória de Sá Carneiro pois não tenho dúvidas alguma que seria isto mesmo que ele faria.

    Jorge Morais

    Outras Notícias