Em defesa da expansão do voto

09 Nov 2019 / 02:00 H.

    Recentemente, aquando das Eleições Legislativas de 2019 e da nova possibilidade que finalmente se abriu para o voto antecipado fora de uma restritiva lista de excepções procurei apurar se uma familiar minha, possuidora de um “atestado médico de incapacidade multiuso” estaria em condições de expressar, por via postal, o seu direito de voto.

    Pois bem: não estava. Embora esteja em condições mentais de relativa autonomia, fisicamente tem grandes dificuldades em se deslocar e, como tantos outros dos milhares de cidadãos e eleitores nessa situação não pode exercer normalmente o seu Direito de Voto.

    Saí que tenha lançado uma petição em https://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=votopostalalargado convicto que a adição da capacidade de voto antecipado por via postal aos cidadãos com atestados multiuso seria uma forma de de combater a abstenção e a exclusão de muitos milhares de cidadãos (muitos deles idosos e no pleno exercício das suas faculdades mentais) e poderia servir para reforçar a legitimidade da nossa democracia.

    Rui Martins

    Outras Notícias