Cobertura COVID-19 - RAM

25 Mar 2020 / 02:00 H.

    No domingo, no jornal Público, a diretora-geral de Saúde Graça Freitas indicou aproximadamente a realização de 1400 testes diários.

    No entanto no Diário de Notícias da Madeira reporta haverem “429 pessoas em vigilância activa, dos quais 147 estiveram em contacto directo com casos confirmados.”

    No final dizem ainda que “no que concerne a casos suspeitos, num total de 69 análises efectuadas, 59 deram negativo.”

    Portanto andamos nisto há semanas e até agora só foram testadas 69 pessoas suspeitas?

    É fácil conter um surto se não testarmos ninguém. É isso que se passa?

    Porque é que ninguém pergunta afinal quantas pessoas já foram testadas e quantas são diariamente?

    Qual é a capacidade de testes/dia que a região consegue lidar? Hoje parece que esta questão não é importante, mas com a evolução vista nos restantes países pode vir a ser e muito mais cedo do que as pessoas pensam.

    Fiquei com a sensação do que tenho lido entre nas vossas publicações que testar o maior números de pessoas é importante.

    Espero que achem razoáveis as minhas questões.

    Continuações de um bom trabalho e obrigado pelo que estão a fazer.

    Miguel Glória