Unidade de Farmacovigilância já recebeu 17 alertas

Coordenadora da Unidade afirma ser importante haver um incentivo à notificação

02 Dez 2019 / 02:00 H.

Quase cinco meses depois de ter entrado em funcionamento, a Unidade de Farmacovigilância da Região Autónoma da Madeira já recebeu 17 notificações.

Margarida Câmara, coordenadora da unidade, explica ao DIÁRIO que estas notificações recebidas, relativas a reacções adversas ou efeitos secundários de medicamentos, vieram sobretudo de médicos e farmacêuticos, mas também de alguns cidadãos....