Sem medo da Globalização digital

Paulo Portas, orador convidado das 500 Maiores, deu lição de geopolítica e geoeconomia, falou dos receios da vaga de proteccionismo, que pode abrandar a globalização mas não a pode parar

07 Dez 2018 / 02:00 H.

“O desenvolvimento do mundo é feito por quem resolve os problemas”, mais do que por quem os cria. Foi mais ou menos com esta ideia que Paulo Portas, orador convidado desta 29.ª edição das 500 Maiores, que ontem ocorreu no Centro de Congressos do Casino da Madeira, quis dizer que o mundo é feito de ‘Problem solvers ou trouble makers’ (quem resolve problemas e quem as cria), num mundo...

Outras Notícias