Segurança Social acusada

Medidas de protecção não deixam tranquilos funcionários na linha da frente

18 Mar 2020 / 02:00 H.

Há descontentamento na Segurança Social e desejo que os serviços fechem. O sentimento é de “discriminação” entre os que lá trabalham, porque uns têm de atender os utentes apenas com um gel desinfectante enquanto técnicos que trabalham na segunda linha e que terão tido indicações para evitar atender o público estão equipados com máscaras e luvas, denunciou ao DIÁRIO uma das funcionárias,...