“Luta pela defesa das tradições e da sua gastronomia”

09 Dez 2016 / 02:00 H.

Com o propósito de manter viva a tradição de um dos preparativos que marcam o início da Festa, a função da morte do porco, a Confraria Gastronómica da Madeira promoveu ontem a matança do porco. Acontecimento público realizado ontem de manhã no salão paroquial da igreja do Estreito de Câmara de Lobos.

À semelhança de anos passados, o animal foi insensibilizado antes da morte/degolação...