Entre a espada e a parede

Comissão Europeia diz que houve auxílios de Estado ilegais e que pode haver devoluções

17 Mar 2019 / 02:00 H.

O relatório preliminar da Comissão Europeia na sequência do procedimento instaurado a 6 de Julho de 2018, sobre o ‘regime de auxílio que Portugal implementou a favor das sociedades com sede na Zona Franca da Madeira’, vem colocar o Estado português e a Região, em particular, no que diz respeito ao futuro do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM), ‘entre a espada e parede’....