DIAP entrega Aragão à PJ

O caso da venda do acervo está a ser investigado, depois de denuncia do filho do artista

27 Jan 2018 / 02:00 H.

O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) da Madeira delegou na Polícia Judiciária a investigação em torno da venda do acervo de António Aragão nomeadamente a alegada venda não autorizada de três obras do conjunto herdado por Marcos Aragão Correia em Lisboa. O único filho do artista apresentou em Setembro do ano passado uma queixa no Ministério Público contra o presidente...