Com menos festa mas muita fé

“As pessoas querem continuar com a sua vida”. A frase de Idalina Silva define o espírito dos que participaram na Festa do Monte. Poucos nas barracas, mas muitos na procissão

Monte /
16 Ago 2019 / 02:00 H.

O Largo da Fonte, onde há dois anos uma árvore caiu e matou 13 pessoas, estava quase parado nas horas que antecederam a procissão. Pouco movimento nas barracas, um pouco mais na compra de velas e na fonte, mas quase em retiro espiritual. A tragédia ainda está muito fresca na memória.

Ontem, o Monte voltou a receber gente de toda a Madeira, emigrantes e alguns turistas. Mas os de...

Outras Notícias